Martin Scorsese é tido como o mais cinéfilo dos realizadores. Para além dos filmes, as suas paixões revelam-se ainda nos quinze documentários de que é autor. Muitos são sobre Nova Iorque, cidade onde cresceu. Outros são sobre a sua herança italiana, a admiração por Fellini e até pela moda, em parceria com Giorgio Armani, e também sobre música.

Foi em 1955 que, pela primeira vez, Mujica Láinez tomou conhecimento da existência de misteriosas esculturas sitas num quase desconhecido jardim italiano. Foi em 1958 que visitou, pela primeira vez, as monstruosas estátuas de pedra do Bosco Sacro, sito na localidade de Bomarzo, algures a meio caminho entre Florença e Roma

Inês nasceu e sempre viveu em Marvila. Não conhecia outra vida que não a do bairro. Vivia com a mãe, na Rua do Açúcar, numa casita pintada de azul-pavão para disfarçar as rachas e sinais de humidade.

Continuamos a conversa com Filipe Carvalho. Nesta parte da entrevista, falámos do desafio de abrir um restaurante Martín Bersategui em Lisboa, de motivação, partilha de conhecimento, do que define a cozinha de Filipe, e do foco na satisfação do cliente. Também falámos do futuro.