Filipa Gonçalves

Nasci em 1976 na Madeira, no dia de aniversário de Maria Callas. Refiro-o por partilharmos o gosto por heroínas trágicas, no meu caso temperado pelos ares subtropicais próprios da latitude onde vim ao mundo. Escolhi estudar em Lisboa, onde vivo e trabalho. Gosto de adjectivos e sou curiosa por aventuras, viagens, literatura, pintura e, em geral, tudo o que dê gosto à vida. Fascina-me, sobretudo, o ser humano em todas as suas manifestações de transcendência: o amor, o engenho e a arte.